Comissão de Municipalização do Ouro Verde enfoca gestão do Hospital Mário Gatti

  

Nelsão: Processo deve contar com a participação de gestores, trabalhadores e, principalmente, população usuária

 

Marco Aurélio Capitão 

 O modelo de administração do Hospital Municipal Dr. Mário Gatti (HMMG), uma autarquia com modelo de gestão no Sistema Único de Saúde (SUS), ocupou a maior parte da pauta da reunião da Comissão Técnica formada para discutir a municipalização da gestão do Complexo Hospitalar Ouro Verde (Chov). A reunião aconteceu na tarde da última quarta-feira, 30 de junho, na sala do Orçamento Participativo (Chov). 

O médico Bruno Mariani S. Azevedo, do Sindicato dos Médicos, chegou a sugerir a constituição de uma “autarquia municipal aprimorada juridicamente para gerir os dois hospitais”. Segundo ele, o HMMG apresenta, hoje, “um modelo interessante para ser agregado ou copiado”. Pedro Alberto Tolentino, representante do Sinsaude, também defendeu a gestão da autarquia municipal. Já a conselheira Wilma Rosendo solicitou que fosse providenciada uma planilha comparativa de custos e serviços prestados pelos hospitais Mário Gatti, Celso Pierro, da PUCC e Ouro Verde. 

O presidente do Conselho Municipal de Saúde (CMS), Pedro Humberto Scavariello, por sua vez, lembrou das responsabilidades técnicas da eventual mudança do modelo de gestão. Segundo ele, o grupo precisa dos dados de recursos humanos, finanças e serviços prestados, “principalmente do Hospital Ouro Verde, para que se possa tomar qualquer medida no sentido de iniciar qualquer mudança”. 

O professor Nelson Rodrigues dos Santos, presidente do Instituto de Direito Sanitário Aplicado (Idisa), colocou que o grupo deve estudar outros modelos de gestão, inclusive dentro de autarquias e fundações. O professor concordou com a sugestão do médico Bruno Mariani, de que o grupo procure conhecer o Hospital Municipal Odilon Behrens, de Belo Horizonte. Segundo Bruno, existem boas referências do modelo de gestão do Odilon Behrens. 

Para Nelson Rodrigues dos Santos, Campinas é uma escola de bons gestores e não pode abdicar da responsabilidade de gerir qualquer instituição pública. No seu entender, “esse processo de municipalização, bem com o os avanços no campo administrativo e normativo da gestão pública não vão se consolidar caso não sejam assumidos e respaldados pelo conjunto dos gestores, trabalhadores de saúde e principalmente pela população usuária”. 

Ainda segundo o presidente do Idisa, o grupo deve tomar cuidado com as decisões que definirão os modelos de contratos de trabalho em qualquer modelo de gestão. “Há fartos exemplos no SUS da precarização desastrosa da gestão do trabalho e dos trabalhadores de saúde. Trata-se de uma, política que atinge todas as relações de trabalho, estatutárias, celetistas, terceirizadas, concursadas ou não”. 

Ao final, foi decidido que na reunião marcada para às 9h da próxima terça-feira, dia 6, na sala do Orçamento Participativo (OP). A pauta de discussões vai girar em torno dos custos de recursos humanos e dados financeiros do Hospital Ouro Verde. Nas reuniões seguintes, dias 13 e 20 de julho, ambas às 14h, serão debatidos modelos jurídicos. Esses dois encontros devem contar com a presença da advogada e especialista em direito sanitário, Lenir Santos. 

O encontro desta quarta-feira, dia 31, contou com as seguintes presenças: Pedro Humberto Scavariello, Nelson Rodrigues dos Santos, Marcia Bueno Scatolin, Bruno Mariani de S. Azevedo, Izabel Pereira de Oliveira, Luiz Cláudio Pinto da Penha, Maria Cecília Brandt Piovesan, Maria das Graças Silva Xavier, Maria Helena Nogueira, Maria Ivonilde Lúcio Vitorino, Pedro Alberto Tolentino, Wilma Rosendo e Vera Salerno. 

Anúncios

4 Respostas

  1. Oi bom dia,

    Gostaria de fazer uma reclamação do medico Dr. Douglas Fini Silva, CRM 134839, trabalha no hospital ouro verde.

    Relato do fato ocorrido:
    Ontem aconteceu um imprevisto que meu filho de 1 ano e 3 meses , rasgou o braço em um acidente doméstico, levamos nosso filho para o hospital ouro verde em campinas-sp, chegamos pela emergência e encaminharam nos para a sutura, para fazer o curativo e dar os pontos, mas na hora só veio uma médica que nos atendeu muito bem, no momento não tinha nenhum auxiliar enfermagem, técnico enfermagem ou enfermeira, a médica pediu para esperar um pouco até ai tudo bem, que ia trocar de plantão, isso nos chegamos uns 15 ou 20 minutos antes de trocar o plantão, passou a troca de plantão e ninguém apareceu para cuidar de meu filho, depois da troca de plantão passou mais uns 20 minutos, isto é ficamos esperando uns 35 minutos, e nada, mas bebe estava sangrando muito e tava fraco devido à grande perda de sangue, minha esposa foi até uma enfermeira e perguntou se alguém podia cuidar do meu filho, ai apareceu um médico chamado de DR. Douglas Fini Silva, CRM 134439, e se intrometeu no assunto e falou moça vc tem que esperar a troca de plantão, até ai a palavra não tinha se dirigido a ele Dr. Douglas, minha esposa falou eu sei , eu trabalho na área também, ai o médico falou se vc sabe por que vc não espera, minha esposa falou meu bebe esta sangrando muito e precisa de atendimento, o médico DR. Douglas falou não posso fazer nada vc tem que esperar, isto é um absurdo um profissional da área da saúde falar para um paciente, quando ele falou isso para minha esposa, eu falei para ele então se chegar morrendo vaio morrer porque não tem ninguém para atender, tem que esperar troca de plantão, ele ficou bravo e sempre em tom de voz alto querendo se impor na situação, o médico falou vcs tem que esperar e mais uma vez ele disse que não podia fazer nada, fiquei indiguinado pelo fato ocorrido, um profissional da área da saúde que foi contratado para cuidar da população com uma atitude dessas , cadê o código de ética?, que medico é muito grosso, não sabe atender os pacientes, além de tudo ninguém tinha ido conversar com ele , o médico se intrometeu na conversa e causa uma coisa chata e delicada no hospital ouro verde em campinas-sp, falando em tom de voz alto com paciente que já chega meio abalado com a situação , meu bebe tomou ontem mais de 12 ou 13 pontos no braço, achei tudo isso um absurdo, a moça da administração chegou e perguntou o que estava acontecendo ele falou que nos falamos palavras de nível baixo e xingamos ele, em momento algum foi dito palavras baixas e palavrões, falei na frente dele a da moça da administração direto para o medico eu não xinguei vc em momento algum, ai o medico na frente da administração ficou com uma cara sem saber o que dizer , isto é ele estava mentindo para se defender, muito feito, uma pessoa que estuda 6 anos para cuidar da saúde, tem um tipo de atitude dessas , pra mim ele não deveria estar trabalhando nesta área, me senti ofendido e caluniado ao ver a atitude do médico mentindo para se defender e colocando a culpa naqueles que só foi perguntar se enfermeira para poder ajudar a médica, não sei porque ele se intrometeu fez um escândalo sem motivo,

    Como uma pessoa como este medico estúpido , grosso, sem educação, esta cuidando de pessoa que precisa de atenção e atendimento?

    Levei meu filho no medico para ser atendido e chega lá somos atendido mau por uma pessoa que não ia cuidar do meu filho e quis se aparecer e causou uma sitiação delicada e chata.

    Tudo isto ocorreu por volta das 20:22

    Chegamos as 19:44

    A troca de plantão é 20:00

    Fica aqui meu manifesto de insatisfação com a falta de educação, ética , e compromisso com a saúde publica, médico Dr. Douglas Fini Silva, CRM 134839, trabalha no hospital ouro verde , contratado pela SPDM.

    • nossa fico mto indignada com essa situaçao…

      muito lamentavel as questoes relacionadas a saude nesse país ….

      mas tenha-mos Fé que um dia vai melhorar..

      abraços..

  2. nossa fico mto indignada com essa situaçao…

    muito lamentavel as questoes relacionadas a saude nesse país ….

    mas tenha-mos Fé que um dia vai melhorar..

    abraços..

  3. Há cerca de 3 anos este texto possui um comentário em ataque a minha pessoa, um ataque sem nenhum embasamento com a realidade, contendo inclusive ofensas pessoais. Solicito ao site que exclua tal comentário o mais breve possível. Grato Dr. Douglas Fini Silva

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: